Impacto financeiro será ‘gigantesco’ para o COI e para Tóquio, crê advogado (AFP)

21/10/2020 | SV na mídia

A pandemia do novo coronavírus tende a trazer fortes impactos na realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Além da necessidade de um investimento adicional de US$ 2,7 bilhões (cerca de R$ 13,5 bilhões), segundo o jornal japonês especializado em economia “Nikkei”, os organizadores terão de lidar com os prejuízos em relação a não ter espectadores.

– Inicialmente, precisamos aguardar a confirmação do COI se teremos ou não a presença de público nos jogos olímpicos do ano que vem, alguns especialistas afirmam que dificilmente teremos a presença do público em 2021. Precisamos analisar os impactos em dois cenários, um com a presença de público e outro sem – afirmou o o advogado Josiel Vaciski Barbosa, sócio fundador da Suttile & Vaciski Advogados Associados, ao LANCE!.

Barbosa aponta que o cenário seria menos desafiador com a confirmação da presença de público. Contudo, ele ressalta a necessidade que haja condições sanitárias para que todos possam acompanhar os Jogos:

– Neste cenário, acredito que o impacto será reduzido, tendo em vista que o COI garantirá aqueles que já adquiriam os ingressos a possibilidade de acompanharem “in loco” os jogos ou realizar a sua devolução, colocando aquele ingresso à venda novamente para outro interessado. Aqui merece um destaque que o COI somente permitirá a presença de público caso seja garantida a saúde de todos os envolvidos no evento.

A pandemia do novo coronavírus tende a trazer fortes impactos na realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Além da necessidade de um investimento adicional de US$ 2,7 bilhões (cerca de R$ 13,5 bilhões), segundo o jornal japonês especializado em economia “Nikkei”, os organizadores terão de lidar com os prejuízos em relação a não ter espectadores.

– Inicialmente, precisamos aguardar a confirmação do COI se teremos ou não a presença de público nos jogos olímpicos do ano que vem, alguns especialistas afirmam que dificilmente teremos a presença do público em 2021. Precisamos analisar os impactos em dois cenários, um com a presença de público e outro sem – afirmou o o advogado Josiel Vaciski Barbosa, sócio fundador da Suttile & Vaciski Advogados Associados, ao LANCE!.

Barbosa aponta que o cenário seria menos desafiador com a confirmação da presença de público. Contudo, ele ressalta a necessidade que haja condições sanitárias para que todos possam acompanhar os Jogos:

– Neste cenário, acredito que o impacto será reduzido, tendo em vista que o COI garantirá aqueles que já adquiriam os ingressos a possibilidade de acompanharem “in loco” os jogos ou realizar a sua devolução, colocando aquele ingresso à venda novamente para outro interessado. Aqui merece um destaque que o COI somente permitirá a presença de público caso seja garantida a saúde de todos os envolvidos no evento.

Veja notícia completa no link abaixo.

Impacto financeiro será ‘gigantesco’ para o COI e para Tóquio, crê advogado (AFP)


Seja o primeiro a comentar.

Adoraria ler seu comentário aqui!

Responderei assim que possível.


ATUAÇÃO NACIONAL

Para garantir o melhor acompanhamento das demandas de nossos clientes, contamos com unidades em Curitiba, São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Brasília.

São Paulo

Rua Domingos de Morais, 2187 – Torre Paris Sala 215

11 3116-8989

Curitiba

Rua da Visconde do Rio Branco, 1322, 8º anda – Centro

41 3015-7775

Belo Horizonte

Rua Timbiras, 2.788, Sala 1.002 – Barro Preto

31 3309-5262

Rio de Janeiro

Av Rio Branco, nº 181, 3401- Centro

21 2221-2379

Brasília

SHN Qd. 02 Bl. F, salas 618/619 – Asa Norte

61 3248-6455


Gols pela Vida

Nós apoiamos o projeto Gols pela Vida desde 2012.